A Telefônica vai lançar em fevereiro de 2018, durante o Mobile World Congress (MWC), em Barcelona, o Aura, a sua plataforma de inteligência artificial. Em entrevista à CDTV, durante o 31º Seminário Internacional ABDTIC, Cláudio Alberto Ikeda, diretor da quarta plataforma da Telefônica, explicou como a operadora espanhola está apostando em big data, tendo, inclusive, times voltados para buscar soluções oriundas da análise de dados.

Leia mais:Telefônica: Com inteligência artificial, tudo será diferente em Telecomunicações

Em fermentação na Anatel há pelo menos três anos, vai à consulta pública, por 60 dias, a proposta de um novo regulamento de qualidade. Trata-se da forma como a agência avalia os serviços das operadoras de telecomunicações. Além de enxugar pela metade o número de indicadores, a proposta promete incorporar a satisfação dos usuários como critério efetivo de mensuração.

“Falta inteligibilidade aos indicadores, com pouca clareza para os usuários. A proposta prevê um conjunto de incentivos, com sanções e bonificações, buscando efetividade na entrega da qualidade. Estamos trazendo para dentro do modelo o resultado da pesquisa de qualidade percebida”, resumiu o autor da proposta aprovada nesta terça, 31/10, Igor de Freitas.

Leia mais:Anatel propõe avaliar operadora pela qualidade do atendimento aos clientes

Cada vez mais surgem aplicativos que permitem que os usuários façam chamadas telefônicas pela Internet, mas poucos conhecem o VoIP, a tecnologia por trás desse benefício.

O que é o VoIP

VoIP, ou Voz sobre Protocolo de Internet, é uma tecnologia que permite a transmissão de voz por IP (Protocolos de Internet), ou seja, transforma sinais de áudio analógicos, como em uma chamada, em dados digitais que podem ser transferidos através da Internet. O método está cada vez mais presente com softwares que possuem a tecnologia, como Skype, Facebook Messenger, Viber e WhatsApp.

Leia mais:Entenda o VoIP, tecnologia que permite apps ligarem pela Internet

Cerca de 977 mil linhas foram desativadas entre maio e novembro. Só as concessionárias respondem por 918 mil usuários.

A Anatel divulgou o levantamento sobre a telefonia fixa de novembro, fechando o mês com 43,83 milhões de usuários. O número representa perda de 977 mil linhas entre maio e novembro. As concessionárias, que atuam em regime público dentro da sua área de concessão, tiveram perda de 918 mil usuários no período, enquanto as autorizadas, empresas privadas com liberdades de preço, perderam 59 mil.

Leia mais:Número de linhas de telefonia fixa cai em novembro

Dados da Infonetics Research indicam que, este ano, oferta deve crescer 13%

Enquanto as vendas convencionais de sistemas de PABX dão sinais de estagnação ao redor do mundo, nos últimos anos, o mercado de serviços em nuvem continua a expandir, com as empresas em todo o mundo em busca de alternativas de serviços hospedados.

Segundo estudo finalizado recentemente ela Infonetics Research, serviços de comunicações unificadas e PABX hospedados na nuvem são um mercado em crescimento, com a receita que deve expandir 13% este ano e atividade positiva em todas as grandes regiões geográficas.

Leia mais:PABX e UC na nuvem vão gerar mercado de US$ 12 bi em 2018